Você já ouviu falar do “Forest Bathing”?

Forest Bathing é uma prática muito popular no Japão, conhecida lá como Shinrin-Yoku, tem ganhado cada vez mais espaço no ocidente, principalmente por contribuir para que muitas pessoas possam manter a saúde e prevenir doenças.

Pedalando na natureza

Serra do Rola Moça / Região Metropolitana de Belo Horizonte/MG

Do que se trata?

Se você já passou por uma reserva ecológica, fez uma trilha pelas árvores, deu umas pedaladas por fazendas e montanhas, provavelmente experimentou os benefícios do contato com o ‘ar puro’ e com a natureza.

Forest Bathing ou Shinrin-Yoku nada mais é do que realizar atividade física, passeios ou até mesmo apenas estar no meio da natureza; comumente adotada no Japão, esta prática é utilizada para auxiliar no tratamento de algumas enfermidades.

O que os estudos mostram?

Pesquisas japonesas [1] [3] demonstraram excelentes resultados no controle da depressão, ansiedade, estresse, doenças pulmonares e até mesmo, hipertensão.

Outras evidências científicas demonstraram que o Forest Bathing ou banho de floresta, é uma alternativa de terapia para idosos com algum transtorno cardiovascular. [2]

Os indícios dessas práticas não param por aí, pois médicos japoneses observaram que o Shinrin-Yoku  promove redução dos níveis de cortisol e adrenalina, que são os hormônios relacionados com o estresse  e que contribuem para o surgimento de infarto, AVC “derrame cerebral” e câncer. [4]

Além disso, foi observado [3] que esses lugares atuam para uma maior atividade do nervo parassimpático, que atua na:

  • redução dos batimentos cardíacos,
  • diminuição da pressão arterial,
  • redução do açúcar no sangue
  • melhora do relaxamento, bem estar e equilíbrio emocional.

Esse ambiente florestal se mostrou também menos propenso do que os ambientes urbanos para estimular o sistema nervoso simpático, este ultimo é ativado durante períodos de estresse [5].

Como fazer o ‘banho de floresta’?

É muito simples, conecte-se à natureza e tire os benefícios que ela oferece.

Você precisa basicamente de:

  • Natureza/floresta.
  • Atividade física.

Gravei um vídeo durante um treino/passeio que fiz no Parque Estadual da Serra do Rola Moça, o qual faz parte da terceira dica fundamental para a longevidade e para a prática do ‘Forest Bathing’, vejam abaixo:

Lembrando que tudo é questão de hábito, adote essa prática por pelo menos uma vez na semana. Seja mais saudável e mais feliz!

Um abraço!

Dr. Cristiano Miranda – Idealizador do Programa Cardiocoach

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.