Os Desafios de Manter as Promessas do Ano Novo

By 4 de janeiro de 2018 Uncategorized

Você já teve dificuldade ou desafios para manter as promessas que fez no ano novo?

Todos temos as responsabilidades diárias, seja um trabalho, uma faculdade, um curso, um esporte, enfim, todos temos compromissos que trazemos do ano que se foi.

É comum e até muito importante todos avaliarmos aquilo que havíamos proposto e que estabelecemos como meta para 2017; e em 2018 temos o desafio de traçar novas metas, ou até mesmo cumprir aquelas que por ventura deixamos de fazer.

Nesse artigo trago algumas dicas para você manter o compromisso e o foco, cumprir suas metas e por que não tornar esse ano um ano especial e inesquecível?

O primeiro passo:

1 – Estabeleça metas reais e tangíveis.

Sonhar alto não é crime, muito pelo contrário, é válido e até saudável, o que não podemos fazer é traças metas mirabolantes que frustrarão você.

Por exemplo, se você quer sair do sedentarismo, não adianta traçar como meta realizar uma maratona.

Ainda que possa ser possível, as chances de lesões são altíssimas, bem como as chances de você se frustrar e não conseguir.

Ainda que queira correr 42 quilômetros, o melhor é você estabelecer as metas de curto, médio e longo prazo.

Ter um auxílio profissional é fundamental para que tenha sucesso nesse caso, pois com uma planilha de treinos e um acompanhamento personalizado você terá mais facilidades para realizar.

2 – Não se cobre demais

Excesso de cobrança atrapalha todo e qualquer plano.

Não estou dizendo, porém, para que não se comprometa com o que você propôs.

O compromisso é fundamental para as metas que estabeleceu, para o relacionamento que conduz, para sua profissão, enfim, para tudo.

Se martirizar, no entanto, a médio e longo prazo poderá fazer com que desista do desafio/meta/propósito.

Por isso a importância de estabelecer as metas reais e tangíveis primeiro, já que uma vez estabelecidas, você saberá o que deve fazer ou não, e alguns casos, ajustar as metas ao longo da jornada pode parecer plausível.

3 – Celebre cada conquista

Cada etapa é uma vitória, e não reconhecer isso é um grande erro.

Uma maratona é conquistada a cada quilômetro, cada metro, cada passo.

Precisamos saber celebrar as primeiras e pequenas conquistas, seja um quilo de peso a menos, resultados melhores de exames médicos, um quilômetro a mais corrido, enfim, saber celebrar as pequenas vitórias também é fundamental para manter a humildade quando as grandes conquistas vierem.

4 – Não sinta vergonha em dar um passo atrás

Como diz a famosa frase há quem desconheço o autor:

“Às vezes é preciso dar um passo atrás para depois, dar dois passos à frente. ”

Orgulho e soberba não são boas qualidades, todos sabem, por isso não sinta vergonha se precisar recuar para avançar, em todos os aspectos.

5 – Não se compare com os outros

Ainda que as competições sejam válidas e de fato empolgantes, todos nós temos nossas particularidades o que nos leva a conquistar resultados diferentes.

Ao competir, de forma saudável, não se culpe ou se frustre pelo sucesso do outro, pelo contrário, se é algo que você quer, se espelhe use como exemplo/inspiração.

6 – Siga sempre em frente

A vida não é e nunca será uma prova de 100 metros, tampouco uma simples maratona.

Precisamos saber vencer, saber perder, e sobretudo saber recomeçar, o recomeço em alguns casos é mais importante que a vitória.

Charles Chaplin explica muito bem essa dica na frase:

“A persistência é o caminho do êxito.”

Que este ano seja de muitas conquistas e muitas vitórias, e se for o seu caso, que tenha muitos bons recomeços.

Um abraço,

Dr. Cristiano Miranda

Cardiologista pós-graduado em Medicina Esportiva e Psicologia, e idealizador do programa Cardiocoach para melhora de desempenho esportivo e da qualidade de vida.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.