5 lições que a corrida pode nos ensinar

Nesse breve artigo compartilho com vocês 5 lições que a corrida pode nos ensinar.

Espero contudo que além de aprendê-las você as coloque em prática e tenha uma vida mais sadia e ativa.

Por falar de corrida, recentemente fiz um artigo falando sobre arrependimentos que os corredores não devem ter.

Nele eu cito 9 arrependimentos, e você pode saber quais são clicando aqui.

Mas agora vamos ao que interessa?

Quais são as 5 lições?

1. Prepare-se, e deixe fluir.

Se já se preparou para alguma prova de corrida antes, sabe a responsabilidade e a ansiedade que afeta os corredores.

O medo de saber se vão conseguir completar a prova, se não vão ficar em último lugar, se vai ser difícil, se vão se lesionar, se cansar, enfim, um turbilhão de coisas na mente.

Às vezes, com toda a preparação que fazemos, não só na corrida, mas na vida, chega um ponto que por mais que você tenha se preparado, sempre haverá o pensamento de: “eu podia ter me preparado melhor” ou “eu podia ter feito de outro jeito”.

Na maioria das situações, na corrida, no relacionamento, nos estudos, não interessa, chega o momento que você tem que deixar fluir, e curtir a jornada.

Afinal de contas, a jornada é que vale a pena.

2. Paciência é uma virtude

Se você já se lesionou em um treino e tentou voltar a correr antes do tempo, certamente pagou caro o preço da ansiedade e teimosia.

Assim também é em outras áreas, saber esperar o momento certo para tomar uma decisão ou ter uma atitude é sem dúvidas um passo fundamental para o sucesso, porém, nada de procrastinação ok?!

3. Bom ou ruim, isso também passará.

Quem procura estabilidade na corrida, no relacionamento, no trabalho, nos negócios, na família, certamente nunca encontrará.

Um dia você pode correr bem e até quebrar recordes, noutro você pode se exaurir, lesionar-se e abandonar o treino sem tê-lo concluído.

Os momentos de alta e de baixa são para nos mostrar que teremos de saber lidar com os dois lados, nem tudo está perfeito sempre, assim como nem tudo vai mal sempre.

Viver é estar em uma montanha russa de emoções, precisaremos enfrentar nossos medos, viver situações inusitadas, curtir a subida e encarar a caída.

4. Algumas vezes a única coisa que te mantém no caminho é sua mente.

Quantas vezes já pensou em parar antes do primeiro quilômetro? Ou do segundo?

Quantas vezes já pensou que não iria completar os 5 km? Ou 10?

Quando alguém te chamou para correr 21 km o quão impossível você pensou que era? Quiçá 42?!

Com certeza sabe como foi importante acreditar em você.

Se você não acreditar, quem vai fazê-lo por você?

Quantas vezes já pensou em abandonar tudo?

E quantas vezes já disse para você mesmo: “Ainda bem que eu não desisti”?

Mais uma vez, aprender a viver a jornada é essencial para curtir o destino.

5. Nunca se compare a ninguém

Todos nós somos diferentes um do outro, seja em gênero, idade, altura, genética, comportamento, ideal social, político, religioso, etc.

Somos indivíduos e cada um possui a sua individualidade.

Se comparar ao outro e não a você é um erro enorme que pode cometer consigo mesmo.

Desta forma ou você vai se sentir inferior, sem auto estima, sem credibilidade, ou vai se sentir superior, soberbo e arrogante, e nenhum dos dois é interessante.

Compare-se a si mesmo.

Tente sempre fazer amanhã melhor que hoje, ser uma versão melhor do que já foi, e sem dúvidas terá métricas reais e possíveis de comparação.

Afinal de contas, nosso maior rival somos nós mesmos.

Leave a Reply

Agendar Consulta Agora