Suplemento ou Alimento, Qual Escolher?

Suplemento ou alimento? Até onde a substituição é saudável para o organismo?

Até hoje o mercado de suplementos esportivos cresce constantemente, continuará a crescer e provavelmente sempre irá existir, mas hoje em dia há um amplo movimento de nutrição esportiva que dá preferência para alimentos reais.

E da mesma forma que o mercado de suplementos esportivos cresce, cresce também o número de pessoas conscientes dos potenciais benefícios de abandonar produtos industrializados e dar preferência a produtos naturais feitos com amor e que mantém macros e micros nutrientes balanceados de acordo com a sua necessidade.

A verdade é que alimentos naturais podem desempenhar o mesmo papel que alguns suplementos, e em alguns casos podem até ser melhores do que esses produtos feitos por pessoas de jaleco branco em seus laboratórios.

Para exemplificar e comprovar o que falo, um estudo do Journal of the International Society of Sports Nutrition descobriu que as passas eram tão eficazes quanto outros tipos de carboidratos para fornecer energia à corredores.

Otimizando o Funcionamento do Corpo

Se você pratica corrida por exemplo e não leva sua nutrição a sério, saiba que outros corredores levam.

Esse fato por si só pode fazer com que eles tenham um desempenho melhor que o seu, mesmo se os biotipos físicos forem iguais.

Você pode treinar até suas pernas caírem, mas se você não tiver uma alimentação e nutrição adequada seu desempenho será mínimo, e em alguns casos terá dificuldades até para completar o treino.

Preparar suas próprias refeições e lanches ou ter alguém que possa fazer isso para você além de controlar melhor o que você está comendo é uma oportunidade para ter ainda mais benefícios, porque você pode ter uma variedade ampla de nutrientes vitais que um corpo ativo exige para realizar o seu melhor e produzir resultados de treinamento mais rápidos.

 Mantendo a realidade

 Para saber exatamente o que você está comento ao colocar para dentro do corpo um produto de nutrição esportiva será necessário que você se especialize em química alimentar.

Embora os itens desse mercado dependam cada vez mais de ingredientes saudáveis que até sua avó reconheceria, a norma é ainda embalá-los cheios de ‘coisas misteriosas’ incluindo corantes alimentares, emulsificantes, ‘aromas naturais’, estabilizantes, espessantes, adoçantes artificiais e outras coisas mais.

Eu não sei você, mas shakes, barras de proteína, sopas instantâneas e outras misturas não é algo que eu tenha em casa ou necessariamente quero colocar no meu corpo regularmente.

Engraçado como esses produtos ainda podem ser rotulados como ‘naturais’ e/ou ‘saudáveis’.

Evitando problemas

Um número crescente de atletas está evitando certos itens, como lactose e glúten.

Em certos casos, isso é uma obrigação em virtude de problemas como intolerância à lactose ou doença celíaca.

Como eu disse anteriormente criar seu próprio combustível oferece um melhor controle sobre se esquivar de possíveis alérgenos alimentares ou ingredientes que simplesmente não se encaixam no estilo de vida alimentar que você adotou.

Uma boa escolha

Hoje em dia até mesmo os veterinários que antes recomendavam ração estão recomendando alimentos reais à animais de estimação.

Por isso eu digo, confiar cegamente em produtos industrializados pode trazer sérios problemas de saúde no futuro, pois nosso organismo não foi feito nem projetado para trabalhar com aromatizantes, espessantes e outros ‘antes’ da vida.

Eu digo que é melhor se alimentar de maneira mais simples e verdadeira possível para que de fato tenha vontade de se alimentar, e se é para sofisticar, que torne então seus treinos mais ‘gourmet’.

Variedade é o tempero da vida

Quando você prepara suas próprias refeições, você pode se divertir experimentando todos os tipos de ingredientes interessantes e inovadores para criar sabores e texturas.

Alimentar seu estilo de vida ativo pode ser muito mais do que shakes e barras de proteína.

Economize seu dinheiro

Em qualquer lugar hoje existe as propagandas de novos produtos alimentares que irão melhorar sua nutrição esportiva prometendo impulsionar o seu desempenho.

Até mesmo algum amigo pode ser um revendedor adepto dessas empresas ditas de marketing multinível e tentar te ‘empurrar’ algum produto desses quase que ‘milagroso’.

Embora um uso ocasional não te dê nenhum prejuízo, se você for considerar diariamente algo do tipo, com certeza você pode separar ao longo do mês grande parte do seu orçamento para encher os bolsos de outra pessoa.

Digo isso pois, como te disse anteriormente, existem alimentos que são reais, ou seja, sem todos esses produtos químicos que entregam o mesmo benefício ou até mais, e que te dá nesse caso uma grande vantagem financeira.

Com isso você poderia investir esse dinheiro em viagens, novos cursos, e por aí vai.

Tirar um tempo para elaborar suas refeições além de todos os benefícios da comida em si, permite que você escolha o que gosta, trazendo ainda mais satisfação na hora de se alimentar.

Ser seu próprio ‘chef’ também pode ser uma ótima forma de controlar o estresse do dia a dia, experimentando e elaborando novos pratos e sabores.

 

Me siga nas redes sociais:

www.instagram.com/drcristianomiranda

www.facebook.com/drcristianomiranda

Dr. Cristiano Miranda

Cardiologista pós-graduado em Medicina Esportiva e Psicologia, e idealizador do programa Cardiocoach para melhora de desempenho esportivo e da qualidade de vida.