5 Tipos de Alimentos que Corredores Precisam Evitar

Alimentos saudáveis

Alimentação é algo fundamental não só para recuperação após o treino, mas também para auxiliar no desempenho da prática de esportes, bem como contribuir para saúde e um estilo de vida saudável.

Escolher o que ou não comer é muito importante, principalmente se você passa por alguma situação que apresente falta de sono ou tem dificuldade de digestão, e por isso, existem alguns alimentos que você pode remover do seu cardápio para ajuda-lo a ter uma melhor qualidade de vida, vejamos:

Laticínios e derivados

Produtos Lácteos e Lactose

Além de serem responsáveis por alguns transtornos intestinais decorrente da lactose, a proteína do leite, caseína, também tem causado problemas para certas pessoas tais como: inflamações crônicas, alergias e outras mais.

Caso seu problema tem sido a proteína, existem outras fontes saudáveis, como ovos, por exemplo.

Desta forma, rever o consumo de lácteos é de extrema importância para evitar as complicações apontadas acima.

Fodmaps

Você sabe o que são Fodmaps?

Do ponto de vista nutricional alguns são até saudáveis para o corpo. E por serem bastante complexos, algumas pessoas apresentam um certo tipo de intolerância ou alguma reação maléfica ao ingerir esses alimentos.

Gases, diarreia, inchaço e outros desconfortos intestinais são alguns sintomas causados por esses alimentos.

Mas vamos à definição propriamente: Fermentable Oligosaccharides, Disaccharides, Monosaccharides e Polyols

Portanto são alimentos, mais precisamente carboidratos, que fermentam no trato digestório humano.

Os oligossacarídeos são os Fruto-oligossacarídeos (FOS) e os Galacto-oligossacarídeos (GOS).

Dentre os dissacarídeos podemos incluir a lactose, e dos monossacarídeos a frutose.

O grupo dos polióis é representado principalmente pelo sorbitol e manitol.

Alguns exemplos são:

  • Frutose: Sucos naturais, frutas secas, mel, frutose, xarope de milho
  • Laticínios: Leite de vaca, sorvete, iogurte (mesmo desnatado), queijo fresco e cremoso (ricota, cottage, cream cheese)
  • Grãos e leguminosas: ervilha, grão de bico, feijão, lentilha.
  • Outros carboidratos: pães, bolos, biscoitos ou cereais contendo trigo e centeio, etc., a lista não para por aí.

Açúcar

Açúcar e Doces

O açúcar tem uma incrível propriedade aditiva, ou seja, quanto mais você come, mais você vai ter vontade em comer.

Além do descontrole hormonal que ele causa, atrapalha significativamente o metabolismo de outros alimentos, o que  leva a engordar, às vezes, mesmo quem come pouco.

O The Journal of the American Osteopathic Association descobriu que crianças com excesso de peso e adultos que abandonaram o açúcar por apenas nove dias viram significativamente o aumento da função metabólica.

Então, mesmo que você não tenha excesso de peso, ficar um tempo sem ingerir açúcar pode ajudá-lo a adicionar mais alimentos à sua dieta, e o seu corpo conseguirá metaboliza-los adequadamente.

Cafeína

O sono é fundamental para o equilíbrio hormonal e para repor as energias gastas no treino.

Se você tem alguma dificuldade para dormir, algum transtorno do tipo, o ideal é suspender a cafeína por pelo menos 30 dias, para notar os resultados.

Há pessoas que tem hipersensibilidade e mesmo ao ingerir pela manhã, sentem-se desconfortáveis para dormir.

Álcool

Álcool

Se tem apresentado uma estagnação tanto no desempenho quanto no peso corporal, evitar bebidas alcoólicas pode ser muito interessante.

Mesmo que muitos médicos recomendam uma taça de vinho por dia, consumir álcool de forma regular pode ter efeito negativo sobre a saúde e também para a perda de peso.

Quando você bebe álcool, seu corpo queima essas calorias, o que significa que você deixa de queimar gorduras e glicogênio que estavam estocadas no corpo.

Isso quando a dose recomendada é facilmente extrapolada, trazendo outros prejuízos.

Pense nisso, compartilhe com os amigos, e adote hábitos e alimentos mais saudáveis.

Se está interessado em melhorar performance, você pode conferir meu vídeo clicando aqui.

Lembrando que é fundamental procurar um especialista da área.

Cada caso é um caso e todo indivíduo tem suas particularidades.

Um abraço e até a próxima!

Dr. Cristiano Miranda

Cardiologista com Pós Graduação em Medicina Esportiva e idealizador do programa Cardiocoach,  para melhora de desempenho esportivo e da qualidade de vida.

Leave a Reply

Agendar Consulta Agora