atividade física cardiologia

3 Dicas simples para melhorar o condicionamento aeróbico para você por em prática ainda hoje.

O condicionamento aeróbico é fundamental para a sua saúde e para a eficácia do seu treino

O condicionamento aeróbico é uma das bases do condicionamento físico, juntamente com a flexibilidade e a força.

Independente do seu objetivo, este é um dos pontos chave para a melhoria do seu desempenho. Quanto melhor ele estiver, melhor será para sua saúde e seus treinos. Isto se deve porque o condicionamento aeróbico melhora os sistemas bioenergéticos e potencializa a utilização de gordura como fonte de energia.

Anote aí dicas simples para melhorar o condicionamento aeróbico

1) HIIT e o gasto calórico

HIIT quer dizer High Intensity Interval Training, termo inglês para Treino Intervalado de Alta Intensidade.

Isto quer dizer que o HIIT envolve exercícios aeróbicos realizados em máxima intensidade por um curto período de tempo, intercalados com momentos de descanso.

Quando você coloca seu corpo em esforço  físico intenso, isso gera “desgastes” musculares, metabólicos, hormonais e bioenergéticos.

Estes “desgastes” são produzidos pelo catabolismo corporal, ou seja, pela degradação da matéria orgânica para fins de obtenção de energia. Isto é o que ocorre durante a sessão de exercício físico.

Já no pós esforço é necessário que uma taxa ainda maior de energia seja utilizada para recuperar os “desgastes” que foram produzidos ao longo do treinamento. Por isso o HIIT tem se tornado uma prática tão estudada e praticada – ela permite uma maior queima de gordura no período pós exercício.

Quando você eleva sua atividade física ao máximo da sua capacidade de esforço, esse processo metabólico é intensificado promovendo a queima de  calorias mesmo após o término do exercício.

Para uma base de comparação, uma caminhada de uma hora permite a queima de calorias por até 12 horas pós-exercício. Já um treino de alta intensidade permite que a queima seja mais prolongada, podendo continuar por até 48 horas.

Dicas de ouro:

Nunca deixe de consultar um cardiologista e fazer o teste de esforço ( teste ergométrico) antes de  iniciar suas atividades físicas de alta intensidade.

Alguns estudos mostram que o HIIT pode ter um risco maior de lesões osteomusculares, principalmente quando os movimentos são realizados de forma incorreta. Desta forma é muito importante a supervisão de um educador físico.

2) Use estímulos diferentes para seu corpo

O condicionamento aeróbico tende a melhorar continuamente quando é estimulado de diferentes maneiras. Por isso é interessante variar o tipo de atividade, além do volume e da intensidade do treino. Caso isso não ocorra em seu exercício, você pode diminuir a velocidade da sua evolução.

Para exemplificar melhor o que foi proposto, um exemplo seria: correr num terreno plano utilizando diferentes velocidades;  correr numa ladeira intercalando subida e descida; pedalar em terrenos planos e em subidas, entre outros.

Lembre-se: o aprimoramento contínuo da capacidade aeróbica requer diferentes estímulos

3) Use um frequencímetro

Para medir a intensidade do seu treino e avaliar se você está no caminho certo para atingir seus objetivos, é recomendada a utilização de um frequencímetro, um tipo de  monitor cardíaco.

Treinar com um frequencímetro é possuir um monitor portátil ligado ao seu corpo durante toda a atividade física. Pelo monitoramento do exercício ele elimina incertezas sobre a intensidade do treino e é um ótimo guia para a avaliação da sua performance, possibilitando ainda ter acesso aos dados para fazer ajustes que sejam necessários ao treino.

Dica de ouro:

1-Procure um cardiologista ou médico do esporte para identificar os limites corretos a serem utilizados  no seu equipamento de  frequencímetro. Esses limites são identificados por meio dos exames de teste de esforço máximo em esteira ergométrica e ou ergoespirometria.

2- Observe se  seu cinto torácico está mal posicionado, isto pode gerar leituras erradas. Verifique o posicionamento do mesmo e ajuste-o para que fique justo

A prática de atividades aeróbicas é essencial para uma boa saúde.

Consulte sempre um médico cardiologista e um educador físico para verificar suas condições de treino e para que  possam te prescrever o melhor tipo de atividade física, seja ela HIIT ou não, levando em consideração seu atual condicionamento e objetivos a serem alcançados.

Não se esqueça dos acessórios, como o frequencímetro, tênis e palmilhas adequados , estes podem potencializar muito os seus resultados.